Rinite? O que é e como prevenir?

A rinite alérgica, que é a mais comum, é uma reação imunológica do corpo a partículas que são consideradas estranhas. Também chamada de “alergia nasal”, a rinite é a inflamação das mucosas do nariz. Essa inflamação é causada por uma reação exagerada do sistema imune a partículas alérgenas do ar.

Apesar de ser muito parecido com um estado gripal, a rinite tem mecanismos e causas diferentes. O resfriado e a gripe são causados por vírus, já a rinite alérgica é uma inflamação do revestimento interno do nariz e os sintomas têm início minutos após o contato com o alérgeno.

São vários os fatores que podem desencadear a rinite alérgica. Dentre eles estão alguns animais, ácaros, drogas ou até mesmo substâncias químicas. Mas os mais comuns são a poeira, o pólen e alguns alimentos. Quando uma pessoa alérgica tem contato com uma dessas substâncias, ela tem uma reação exagerada aos alérgenos. Então, seu sistema imunológico reage de forma intensa a estas substâncias estranhas na tentativa de defesa do organismo.

As alergias apresentam um componente genético. Quando os pais e mães tem rinite, a chance dos filhos terem o problema chega a 50%. Quando a pessoa que possui essa predisposição entra em contato com um alérgeno, passa a ser reativa a ele e não mais tolerar o contato. Essa reação em geral acontece nos primeiros anos de vida, mas pode ser mais tardia.

Quando ocorre a crise da rinite, a pessoa apresenta obstrução nasal, coriza, espirros e coceira no nariz. Se ela tiver uma predisposição para a asma, poderá então apresentar também uma crise, com falta de ar e cansaço. Geralmente a rinite pode ser controlada com medicamentos, mas em casos mais graves é necessário o uso de uma vacina.

Essa é uma doença crônica e nenhum tratamento é capaz de curar para sempre. Por isso é uma questão de controlar os sintomas para não permitir que coisas mais graves ocorram.

A melhor forma de tratar a rinite alérgica é a prevenção. É necessário adotar medidas para diminuir a presença de agentes que causam a alergia. Por isso, nós da Amor e Cuidado – cuidador de pessoas, recomendamos que as pessoas retirem tapetes, carpetes, cortinas e evitem bichos de pelúcia. E também é importante manter a casa arejada, sem pontos de mofo e umidade em excesso.